Filhos do fim do mundo

Ayia Maratuldë! Vamos falar de livros? Uma boa leitura com um bom café/chá/acholatado é bem vinda, seja aonde for, na cama, na sala, ou aonde você conseguir ler. E eu tive uma sensação muito boa ao ler Filhos do Fim do Mundo (livro apocaliptico), eu li 287 páginas em dois dias! Sinceramente eu não sei como o fiz, mas que eu amei o livro e venho aqui recomendá-lo é uma de minhas certezas. Agora, sobre o que fala o livro? Vamos resenhar! 
  • Resenha
Meia noite, crianças com menos de um ano morrem pelo mundo todo e como se não bastasse plantas e animais também levam o mesmo fim. O caos está em todos os locais, cabe ao governo tentar reparar todo o estrago e descobrir o porquê? De onde vem (ar, água, comida e as teorias de extraterrestres, governo, Deus, terroristas, cientistas ou qualquer coisa que passar pela imaginação das pessoas)? Todos foram afetados? Qual o futuro da humanidade? Existe esperança?
Além de ter que lidar com tantos problemas e caos extremo, pessoas revoltadas, teorias malucas e todo nascimento de uma criança ser uma esperança, existe o Repórter, que tem sua esposa grávida e também tem um trabalho importante: relatar tudo sobre os acontecimentos, sua esposa logo teria o filho, e o que motivou o Repórter a continuar trabalhando era a hipótese de ele encontrar um local seguro para sua esposa ter o filho e este, continuar vivo. No desfecho da história toda temos governo, civis, jornalismo, e militares lutando do mesmo lado e de lados opostos, difícultando todo tipo de processo e esperança, uma luz no fim do túnel, ou qualquer coisa parecida. 
  • Opinião
Por que eu gostei do livro? A leitura foi muito boa e prazerosa, pude explorar cada palavra, cada frase e o livro me permitiu viajar para o mundo jornalístico. O que me encantou no livro? Não tem os nomes! Como assim? Exatamente isso meus caros leitores, não existe nomes próprios e complexos que você tem que se lembrar da Kate e da Kelly, as vezes voce confunde nomes, as vezes nem lembra quem raios foi Kate, e voce tem que voltar algumas páginas para prosseguir a leitura. Mas, como eu sei quem é quem? Simples, existem: o Repórter, a Esposa, o Padre, o Médico, o Filho e outros personagens. Nesse quesito o livro ganhou bons pontos comigo! Se você quiser, você pode imaginar o nome do personagem, de acordo com suas caracteristicas, fica até melhor para liberar a imaginação, em exemplo eu achei que o Repórter teria aparencia de Rick, Carlos, Henry, mas para você um nome adequado poderia ser Peter, Larry, depende da sua imaginação.
O livro tem uma escrita muito formal, mas não-complexa. Não tem nada demais no livro, somente alguns palavrões, o que em algumas cenas torna-se cômico. Realmente teve algumas partes em que tive que reler para entender, mas indico esse livro. 

Paguei 9,90 nas livrarias Curitiba, na promoção loucos por livro, mas o preço comum dele varia de 27,90 a 39,90 ( esta ai a dica econômica do mês).

  • Sobre o livro
Autor: Fábio M. Barreto
Páginas: 287 
Ano: 2013
Nota: 5 estrelinhas com certeza!

xxLuanaxx






Nenhum comentário:

Postar um comentário